segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Grisalhos





"As entradas do meu rosto
E os meus cabelos brancos
Aparecem a cada ano
No final do mês de agosto..."
Amanhã é 23 (Kid Abelha)

Quando moleque, me lembro claramente da sensação de que havia MUITO tempo pela frente. Os anos se arrastavam e, para chegar logo nas férias de verão, como demorava! O objetivo era fazer 18 anos logo e ser “adulto”. Como era inocente! 

Mas o tempo, que depois de certa idade se torna cada dia mais implacável, passou, é claro. Primeiro os 18, depois os 20, os 25 e agora, cá estou, na casa dos 30. Se pudesse, sinceramente, escolher uma idade para me congelar nela, seria ali pelos 27 anos, quando a gente não é mais tão idiota como era aos 20, nem tão próximo da meia idade, pelo menos tendo essa sensação, quando se passa dos 30. Os 27 são fantásticos e eu poderia morar nessa idade por toda eternidade. Mas, né, isso é impossível. 

E cá estou enrolando para falar do verdadeiro assunto dessa coluna (que poderia ser um post super egocêntrico de um blog particular): os meus cabelos grisalhos. Porque eu me pergunto: como assim, cara pálida? Meu pai já passou dos 50 e está começando AGORA a grisalhar; enquanto isso, eu aqui, aos 33 anos, CHEIO de cabelos brancos. Segundo minha mãe, para me consolar, ela começou a ter cabelos brancos aos 20 anos e, a partir daí, sempre pintou, o que não me é, nem de longe, uma alternativa. Podendo puxar meu pai ou minha mãe, quem foi que eu puxei? 

Eles começaram aos pouquinhos, isolados, nas laterais da minha cabeça. Aliás, a bem da verdade, eu nem me importo muito com eles ali em cima. Pode ser pretensão, mas sei lá, gosto de pensar que posso ficar com um ar meio George Clooney, meio William Bonner, por ter os cabelos grisalhos. Ok, é pretensão e exagero, mas eu acho, ué. A coluna é minha, os cabelos grisalhos são meus, logo, eu acho o que eu quiser. 

O problema maior foi quando eles começaram a pipocar na minha barba. Sim, você leu direito: pelos brancos surgindo pelo meu rosto, como verdadeiras ervas daninhas! Tenho uma barba cerrada que, por sinal, até gosto de manter. Já tem quase quatro anos que deixei de lado o rosto liso e mantenho os pelos aparados num tamanho que considero ideal. Mas eis que agora, em tufos, eles estão ficando brancos. Muito brancos! Começou aos poucos, com um ou outro fio, e eu fiz a egípcia total. E acho que exatamente por isso eles se revoltaram e, tal qual Gremlins, resolveram se multiplicar a tal ponto, que já não consigo mais ignorar: estou ficando velho. E de barba branca! 

Tenho uma grande amiga que tenta elevar meu astral e diz que acha os fios brancos na barba algo meio charmoso. Mas eu, de minha parte, se pudesse, manteria os fios em sua coloração original e fim de papo e assunto encerrado. Entretanto, a alternativa é voltar ao rosto liso e sem pelos, que eu não penso mais como uma opção. 

E vamos assimilando as novidades que o tempo, sempre ele, senhor que nunca se atrasa, vai nos presenteando com o passar dos anos. Dessa forma: 
  • fios grisalhos na cabeça: ok, eu aceito, me dá um ar meio galã (a-ham!) 
  • fios grisalhos na barba: o que se pode fazer, né? tem quem goste (não sou eu, deixo claro) 
  • fios brancos no peito e nas partes baixas: aí já é demais, né? 

Porque, no dia que eu olhar pra baixo e descobrí-los lá, povoando zonas que deveriam se manter negras, aí sim, fudeu! Eu piro! Melhor nem pensar nisso, porque como Murphy é meu amigo, eles podem surgir até mesmo hoje à noite. Só de sacanagem! 

Mas, como dizem os franceses: C’est la vie!
Leandro Faria  
Leandro Faria, do Rio de Janeiro, 30 e poucos anos, viciado em cultura pop em geral. Gosta de um bom papo, fala pelos cotovelos e está sempre disposto a rever seus conceitos, se for apresentado a bons argumentos. Odeia segunda-feira, mas adora o fato de ser o colunista desse dia da semana aqui no Barba Feita.
FacebookTwitter


3 comentários:

Marcos Campos disse...

É a vida ! #mesmo !
Também não ligo muito não para os cabelos grisalhos, já os do rosto incomodam mesmo, também já não consigo ficar barbudo, incomoda muito, deixa velho ... mas o que fazer, se adaptar como todo mundo, mesmo porque, envelhecer é uma #mierda mesmo ! Palavra de quem já passou dos 40 ! Mas a gente sobrevive !

Abraço !

Mabe disse...

Meu caro amigo carioca....o que lhe dizer???
Bom, pra começar, eu acho grisalho um charme....eu mesmo sou um e vc sabe bem disso...tanto me disse...kkkkkk.

Meus grisalhos começaram aos 15 anos, e foram se espalhando pela cabeça, hoje, com 38, e com muitos cabelos, 90% deles são brancos...e sim, minha barba cerrada tb é grisalha...e sim, alguns pelos do peito tb são....e nem por isso eu me desepero.

Idade está muito mais na cabeça de quem se preocupa com isso do que de quem leva a vida numa boa...e vamos e venhamos...com o Arpoador dando sopa por aí, ah meu lindo, eu levaria a vida numa ótima!!! hahahahahahahaha.

Beijos meu lindo.

Lis disse...

Pode uma mulher comentar ? Kkkkk Incrível como para os homens até a idade dá pra ser charmoso....mas para as mulheres é sinônimo de velhice...Não importa a idade que comece, se vc não quer ouvir comentários desagradáveis tipo : eita a idade tá chegando....Vc vai pintar, tonalizante. ..Não importa qual produto utilize mas vc vai querer enganar o terrível e temível tempo....Cheguei na casa dos 30 e os fios brancos apareceram...mas eu me sinto com 25 e agora ? Kkkkkk Tempo...porque não podemos congelar a idade....para mim seria o céu. ...bjus e ótimo texto