terça-feira, 2 de junho de 2015

Qual o Problema?





Não, sério, qual o problema? Mais uma vez o amor e a igualdade mostram as caras e, mais uma vez a "família tradicional" surge de não sei onde, fazendo auê. Me diz, qual é a porra do problema? 

O Boticário foi lá e fez um comercial maravilhoso, digno de ser aplaudido de pé, mostrando três tipos de casais: um hétero, um gay e um lésbico, trocando carinhos, presenteando a outra pessoa com um perfume. Enfim, o comercial é lindo, de verdade, O Boticário mandou muito bem. Mas, a famosa "Família Tradicional" não gostou muito. Na verdade, eles não gostaram nenhum pouco disso. Agora me diz:
O QUE RAIOS E CARALHOS ELES TÊM A VER COM ISSO?! 
Sério, qual a necessidade de ir reclamar pra empresa, dizendo que se sentiram ofendidos com o comercial? Mudou alguma coisa na vida dessa gente? Cara, isso é uma grande filhadaputagem, porque uma trama novelesca, com filho matando pai, mãe, mulher traindo marido, gente roubando e tal, parece passar batido pelo radar da "Família Tradicional", agora, uma demonstração de AMOR, de CARINHO, causa furor? 

"Aaaah, mas vai contra Deus!". TUDO BEM, mas me diz uma coisa: Quem aí é Deus? Hein? Me diz! A Bíblia diz "Ide por todo o mundo e PREGAI o evangelho a toda criatura", e não "Ide por todo o mundo e INFERNIZAI a vida de quem não conheceis."

Ah, que droga. Ficam agredindo os homossexuais com palavras, atitudes, numa tentativa de empurrar todos nós de volta pro armário, mas não tem jeito, nós saímos do armário e pra lá não voltaremos. Não conseguem lidar com isso?? Que pena, não? Que pena que a heterossexualidade da "Família Tradicional" seja tão frágil, e tão triste, me ocorreu agora, a ponto de se deixar perturbar pela felicidade alheia. 

Querem falar de valores... Conversa fiada! Quem são eles pra falar de valores, quando se enfiam em casamentos por interesse, traem, julgam, mentem, roubam e, depois de tudo isso, conseguem deitar a cabeça no travesseiro e dormir, como se nada tivesse acontecido? 

Não gostou da propaganda? Ok, compra perfume de outra marca. Não quer ver casal gay na novela? Muda de canal. Mas não enche a porra do saco. Se tudo isso é insatisfação com a própria vida, tenta se ocupar fazendo outra coisa, tipo transar. É, vão transar, fazer sexo ocupa parte do tempo. Mas tem também outras coisas pra se fazer, como trabalhar, fazer exercícios, tricô, crochê, aprender a cozinhar, viajar, ler um livro, pagar as próprias contas, fazer compras...

Porque no fim das contas, eu me pergunto: qual o problema???


Leia Também:
Leandro Faria  
Glauco Damasceno, do interior do RJ, é o colunista oficial das terças no Barba Feita. Tem aproveitado a fase de solteiro para viver tórridos casos de amor. Com os personagens dos livros que lê e das séries que assiste, porque lidar com o sofrimento do término com personagens é bem mais fácil do que com pessoas reais.
FacebookTwitter


Nenhum comentário: