segunda-feira, 28 de março de 2016

TOP 05: Músicas Para Amores Pseudo-Superados





Eu sou apaixonado por música. Vivo cantarolando distraído pela vida, me emocionando ou me divertindo com algumas canções. E uma coisa sobre a música (e a literatura, e o cinema) é que ela não existiria sem as dores de cotovelo. Afinal, são as dores de amor que inspiram tantos compositores e artistas mundo afora.

Para a minha coluna de hoje, resolvi fazer um pequeno apanhado com músicas de pseudo-superação. Sabe quando você toma um pé na bunda e precisa provar que está bem, mesmo ainda estando com o coração em frangalhos? Pois esse TOP 5 traz músicas que tentam provar isso para o objeto amado. E falham miseravelmente.

Dessa forma, para a sua diversão (claro, se você não estiver tentando superar alguém e achar essa lista apenas engraçadinha, o que é a intenção), seguem cinco hinos da pseudo-superação afetiva. Vamos cantar junto!

Eu Esqueci Você - Clarice Falcão

Clarice tem um quê de stalker e psicopata e isso faz de suas músicas adoravelmente doentias. Aqui ela prova que esqueceu totalmente o seu ex e, claro, se ela fizer algo incoerente foi apenas um acaso do destino, um simples engano. Quem nunca?

Fuck It (I Don'T Want You Back) - Eamon

Uma história, um amor e, no fim das contas, nada daquilo vivido realmente importou. E a gente acredita nas palavras do Eamon nessa canção, né? \SqN

I Will Survive - Gloria Gaynor

Nesse clássico disco-gay-superação, Gloria Gaynor já mostrava que era possível sobreviver ao fim de um relacionamento. Um dia, uma hora, tudo daria certo e todos nós já cantamos a plenos pulmões que iríamos sobreviver, lindos e belos. Será?

Stronger (What Doesn't Kill You) - Kelly Clarkson

"O que não te mata, te fortalece". É isso que Kelly Clarkson tenta ensinar a todos com o seu hino de pseudo-superação depois de um pé na bunda. Mas será que dá pra acreditar nisso enquanto se chora em posição fetal a dor de um amor interrompido unilateralmente? (No vídeo, a versão das meninas do Fifth Harmony, para o The X Factor)

Olhos nos Olhos - Chico Buarque

Chico Buarque sendo... Chico Buarque e nos dando mais um clássico. Aqui, claro, com a adorável performance de Ivete Sangalo, que traduz muitíssimo bem a sensação de poder mostrar para o outro que, sem ele, ela está bem demais... Mas, se estivesse, para que a necessidade de mostrar isso?

Faixa Bônus:
Open Bar - Pabllo Vittar

Nessa versão divertidíssima da Lean On, do Major Lazer, a drag Pabllo Vittar aproveita o fim do relacionamento pra esfregar na cara do ex que muito melhor que o namoro é uma festa open bar, com um bom DJ tocando e com ela (e quem mais quiser) ficando louca de bebida. Super válido, maduro e... normal!
___

Como eu disse no início, a lista é apenas uma forma bem humorada de trazer música para o Barba Feita e brincar com a dor de cotovelo que, tenho certeza, todos já experimentamos. Agora, me diga, quais as suas canções de superação preferidas?
Leandro Faria  
Leandro Faria:, do Rio de Janeiro, 30 e poucos anos, viciado em cultura pop em geral. Gosta de um bom papo, fala pelos cotovelos e está sempre disposto a rever seus conceitos, se for apresentado a bons argumentos. Odeia segunda-feira, mas adora o fato de ser o colunista desse dia da semana aqui no Barba Feita.
FacebookTwitter


Um comentário:

Ronaldo Torres disse...

Amo, Clarice... Gostei das sugestões...