quinta-feira, 4 de agosto de 2016

O Caso Biel e o Fim De Uma Carreira Em Ascensão





Antes de mais nada, quero dizer duas coisas: sou formado em audiovisual, antigo Rádio e TV para os mais antigos, e também cursei Jornalismo. Com essas duas informações em mente, por favor, leia esse texto tentando ver toda essa “situação” peculiar vivida por Biel, de acordo com o ponto de vista de alguém que entende de Comunicação. Ou que prestou atenção nas aulas de Marketing e de Assessoria de Imprensa. Além de saber que nos dias de hoje, uma boa imagem vale bem mais do que ter ou não talento de verdade.

Tendo essas informações em mente, vamos pensar em Biel. O moço vinha num crescendo. Suas músicas já bombavam em algumas partes do país, mas ele ainda não era uma sensação nacional, mas tudo estava caminhando para isso acontecer. O rapaz fez dueto com Ludmilla, lançou seu primeiro CD e estava com música tocando na nova novela da maior emissora do Brasil. Ou seja, em questão de poucos meses existiria a febre Biel. Assim como já existiram outras anteriores.

Só que no meio do caminho existiu um assédio sexual. Ao contrário do que era esperado de algumas pessoas (leia-se: do cantor e seu staff), nada demais aconteceria. Mas, como um plot twist de uma série de TV, aconteceu. Munida de áudio e vídeo do ocorrido, a repórter foi em busca de seus direitos. Assim que a notícia se espalhou, a internet apoiou a jornalista. Claro que existiram julgamentos aqui e ali. Mas o que era incontestável nesse caso eram as inúmeras provas. Áudio, vídeo e os outros jornalistas que estavam presentes no local. Só se falava sobre isso.

Assim que soube, como um bom produtor, esperei por uma nota para imprensa lançada pela assessoria do rapaz. E, em seguida, claro, sabia que teríamos um belo pedido de desculpas. Na minha cabeça, Biel assumiria seus erros, prometeria melhorar, não só por ele, mas também por seus fãs. O moço pediria desculpas para a jornalista. Pediria desculpas aos fãs e pediria desculpas também para todas as mulheres. Afinal, estamos vivemos um dos momentos mais importantes para o empoderamento feminino. Acho até que nesse pedido de desculpas viria algo como o próprio cantor pedindo para que seus fãs, homens, não tivessem o mesmo tipo de atitude que ele teve. Já que é bom lembrar que o cara é exemplo para uma galerinha bem jovem e quase sem referência de ídolos ou modelo de comportamento.

Bem, veio a manhã seguinte, mas não veio nota, não veio pedido de desculpas, não veio nada. Veio Biel dizendo que não era nada disso que estava sendo falando. E só. Ponto. Ele não se desculpou com ninguém. Particularmente, achei estranho isso. Minha primeira pergunta foi: Cadê a assessoria de imprensa deste rapaz? Não obtive resposta. Nem eu e nem o público dele, que mais merecia.

Não satisfeito, Biel ainda teve um incidente envolvendo seu carro e a moto dirigida por uma menina. O “astro adolescente” não parou nem para ajudar ou prestar socorro. Seguiu seu destino como se nada tivesse acontecido. Ao ler essa notícia fiquei bastante furioso. Apesar de um incidente não planejado, conduzido da maneira correta, poderia começar a apagar o fogo que já se alastrava ao redor do rapaz. Biel poderia ter ajudado a jovem. Pensei até nas manchetes dos principais sites especializados no assunto. Biel sofre acidente e ajuda vítima..., Mas ele estava apressado demais na ocasião para cogitar algo assim.

Aí, depois de ser mais uma vez apedrejado nas redes sociais e seu silêncio soar mais como culpa do que qualquer outra coisa, foi feito um vídeo de desculpas, mas que veio em um timing péssimo. No lugar de limpar um pouco da mancha na carreira do rapaz, o vídeo acabou dividindo opiniões. Alguns entenderam o recado e o perdoaram rapidamente. Leia-se: suas fãs. Já outro grupo sentiu que todo o assunto estava roteirizado e que o que era dito vinha de um texto fabricado e não um real pedido de desculpas.

Mas o primeiro movimento inteligente surgiu em seguida: Biel sumiu. A música saiu da novela, ele foi desconvidado para levar a Tocha Olímpica. Não existia mais Biel na mídia brasileira. Ao menos não lia nada sobre o rapaz. Não o seguia nas redes sociais e, nem se quisesse poderia agora, mas isso é assunto para daqui a pouco. O fato é que alguém deve ter pensado que o melhor era tirar a imagem do moço de circulação. E assim fizeram. Só que enquanto sua imagem caminhava rumo à preservação, a vítima de assédio perdia seu emprego, por conta de uma “reestruturação” no site em que trabalhava. Vocês acreditam que esse foi o verdadeiro motivo de limarem a jovem? Pois é, eu também não.

Só que, meus queridos, não existe mal que sempre dure e nem bem que nunca se acabe. No dia 27 de julho, terça-feira passada, Biel apareceu. Ele subiu ao palco ao lado de Nego do Borel e cantou: “Tá gostosinha, te quebro no meio”. Mesma frase dita para a jornalista que fez a denúncia contra ele. O momento foi gravado pela Youtuber Jade Sebá, que logo se sentiu ofendida e ainda publicou em seu Snapchat que o cantor havia perdido o respeito dela...

Uma semana depois desse, vamos chamar de... incidente, explodiu nas redes sociais um vídeo entrevista do moço para o TV Fama (e mais uma vez questiono a existência da assessoria deste rapaz. Com tanto dinheiro, não contrataram? Esse é o famoso barato que sai muito caro).

Vamos para a primeira pergunta feita pelo jornalista Léo Dias: Planos para o futuro? Biel anunciou que viria clipe e single novo para surpreender seu público, música bem chiclete como Química. Ainda revelou o lançamento para 09 de setembro. Léo Dias, logo depois, questiona sobre a acusação de assédio e pergunta se ele, Biel, mudou seu comportamento no palco e na vida depois do ocorrido. A resposta do rapaz? 
“Não mudei porque tudo vinha dando certo. Ainda tá dando certo, quando eu subo no palco tem um monte de gente me esperando. Um monte de gente esperando o Biel feliz, o Biel alegre, sabe?”
E não para por aí, o jovem ainda diz que a acusação não está mais constando como assédio e que esse termo não existe mais...

MAAAAAS é aí que começa a primeira contradição. Biel comenta que o que saiu de início na mídia era uma edição do que ele havia dito durante a entrevista e que, pelo conteúdo de notícias que se seguiram, ele havia pedido desculpas para o seu público em vídeo e não por ter “aceito” que tenha assediado ninguém.

Pois é, meio que desnecessário falar isso. Mas dá para entender o que fez o moço ficar confiante dessa maneira e tem toda relação com a próxima pergunta. Léo Dias quis saber como foi a reação do público dele ao vídeo da entrevista que a repórter tinha como prova do assédio. O jornalista ainda questionou se com essa divulgação a imagem que o público tinha do rapaz mudou. E Biel afirma que ficou de olho em suas redes sociais e viu o apoio de muita gente, que muitos não acharam nada de errado nas imagens... Ele, Biel, ainda convidou quem não assistiu para ver essa entrevista completa.

Só até esse momento vi que o tom da entrevista não estava muito bacana. A culpa não era do jornalista, mas do entrevistado. Biel guardou para si a pose do injustiçado e quis vestir a qualquer custo...

E vocês lembram que lá no início do texto questionei a ausência do pedido de desculpas para a repórter que se sentiu assediada? Léo Dias aproveita e faz a pergunta mestre, que todo bom jornalista deveria fazer: “Se ela ficasse agora cara a cara com você, o que você falaria pra ela?”

A brilhante resposta do cantor? Foi essa aqui: 
“Primeiro eu queria deixar ela ciente do quanto ela prejudicou minha carreira, cara. É um trabalho de anos. Não só meu, mas de um grupo empresarial, de uma gravadora. Até hoje ninguém tinha nada pra falar do Biel, cara.” 
Se você não acredita que ele tenha falado isso... Assista o vídeo!


Você aí acha que a internet absolveu o jovem, assim como ele mesmo fez? Está enganado. Twitter, melhor rede social já feita, foi atrás do passado do moço. E decidiu “expô-lo”. Sim, tuítes considerados racistas, homofóbicos, gordofóbicos e por aí vai, ganharam prints e as páginas de notícia de muita gente. Não só isso. Biel foi exposto até como falsiane, já que citou em postagens de alguns anos atrás que praticamente odiava a programação de canais abertos da nossa televisão. Biel falou sobre Fátima Bernardes, Luciano Huck, Angélica e até Silvio Santos. E aí, lógico, ele teve uma única atitude sensata: bloqueou seu Twitter e Instagram para novos seguidores. Ou seja, não tenho como ir até lá e brincar de Chapéu Seletor e achar alguma barbaridade escrita.

Só que não adianta bloquear: uma vez na internet, sempre na internet...

Não vou continuar questionando sobre o posicionamento da assessoria de imprensa. Sinceramente? Com esse novo estrago acho que não é mais o caso nem do Biel pensar em lançar nada nos próximos meses. O que acho mais triste é que Biel teve inúmeras chances de limpar sua imagem e, realmente, crescer diante disso tudo. Sei que ele é jovem (o que não abre espaço para perdoar cada atitude errônea que ele teve), mas é nesse momento que deveria crescer como artista e homem em formação. Mas por uma falha de cálculo de alguém, ou uma mega proteção, onde seus erros nunca foram vistos como tal coisa, Biel deixou escapar uma boa chance de crescer e ver sua carreira de fato acontecer.

Acredito que depois desse incidente muita coisa ficou clara. Primeiro que se as fãs, fervorosas, perdoaram seu ídolo, o restante do público não o fez. E acho muito difícil que um dia algo assim fique pra trás. Mesmo o povo brasileiro sendo considerado sem memória. O feed do Facebook tá aí para ficar lembrando a gente do que de mais importante aconteceu em nosso último ano. E duvido muito que esse caso não vá aparecer na TL das pessoas.

No fim, ainda existe uma vaga para cantor pop masculino no mercado. E talvez, só talvez, a próxima edição de A Fazenda já tenha um participante garantido. Agora só nos resta aguardar.

Leia Também:
Leandro Faria  
Silvestre Mendes, o nosso colunista de quinta-feira no Barba Feita, é carioca e formado em Gestão de Produção em Rádio e TV, além de ser, assumidamente, um ex-romântico. Ou, simplesmente, um novo consciente de que um lance é um lance e de que romance é romance.
FacebookTwitter


Nenhum comentário: