quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Consumir Menos. Aproveitar Bem Mais!





Quase três horas da manhã e estou rodeado de bagunça em meu quarto. Ganhei de Natal mais uma estante para colocar os meus livros. Só que para caber no espaço que tenho disponível, mudei todos os móveis de lugar. Nesse processo fiquei pensando sobre algumas coisas, e a maior delas foi o meu consumismo desenfreado nos últimos anos. E nos últimos meses. Para vocês terem uma ideia, foram 33 livros comprados só na Black Friday. E se vocês pensam que parei por aí… Não. Não parei. Comprei mais alguns em sebo, da lista de desapego do Leandro Faria, fiz trocas em Facebook e também no Skoob. Se você não sabe, Skoob é um site de livros em que é possível trocar livros, de graça, com outros usuários. Ficando livro por livro.

Mas agora, sentado no chão do meu quarto e em frente ao ar condicionado (afinal, calor no Hell de Janeiro tá insuportável), me pergunto o que me fez comprar tão desenfreadamente. Sim, claro que quero ler cada um desses livros. Tem livro de roteiro (sou roteirista), livros de suspense, romance, autores brasileiros novos e clássicos… Existem livros de todos os tipos aqui. Mas a grande questão é: preciso de todos eles agora? 

A realidade é que só consigo ler quatro livros por mês. E a relação quantidade x tempo disponível que tenho para isso é muito curta e está sempre diminuindo. Ou seja, sempre existirá livro e faltará tempo. Quero ser corajoso o bastante para não comprar livros novos em 2017. Posso tentar “viver” de trocas pelo Skoob e em outros sites e meios… Não sei, uma ideia ainda, mas que posso assumir como meta de ano novo.

Sou péssimo com metas, assim como todo mundo. Mas pelo martelar em minha cabeça, acho que vou rever meus conceitos de consumo. Acho que está na hora da nossa ficha cair e pensarmos com carinho na hora de comprar algo. É no impulso que fazemos as melhores compras e temos os maiores arrependimentos. 

Faltando duas semanas para o final do ano, você já sabe o que quer mudar? Quais itens vão configurar na sua lista de desejos e metas para o próximo ano? Até alguns minutos atrás, enquanto empilhava livros em uma prateleira, não tinha a mínima ideia. Agora, escrevendo esse texto, tenho certas vontades e já vou imaginando item por item dessa futura listinha para 2017.

O mais louco de tudo é pensar que em duas semanas o ano já acabou. Passou mais rápido que foguete e durou mais do que uma maratona de O Senhor dos Anéis versão estendida. Termina logo 2016, nunca te pedi nada…

Leia Também:
Leandro Faria  
Silvestre Mendes, o nosso colunista de quinta-feira no Barba Feita, é carioca e formado em Gestão de Produção em Rádio e TV, além de ser, assumidamente, um ex-romântico. Ou, simplesmente, um novo consciente de que um lance é um lance e de que romance é romance.
FacebookTwitter


Nenhum comentário: