quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Tem o Carnaval; e Tem a Outra Opção





Carnaval está aí, não tem jeito! Tem quem ame e já está curtindo todas as emoções em uma eterna pré-folia. E também tem quem não goste e prefira se isolar e fazer programas alternativos. Eu me encontro em um terceiro grupo, que trabalha (faça chuva ou sol) e não terá um “descanso” para me jogar nos blocos da vida. Ser parte desse terceiro grupo é interessante. Permite que se observe um pouco da disposição humana para “se jogar” um pouquinho. 

Normalmente, declaramos aos quatro ventos que não temos tempo. Não temos tempo para encontrar os amigos, colocar aquela série em dia, iniciar um novo curso ou ler um livro que está fazendo aniversário na mesinha de cabeceira. Não ter tempo é o mesmo que viver nos dias atuais. Tempo é um artigo de luxo que poucos possuem e muitos querem. Maaas, chegando uma época do ano em que o tempo para se jogar é quase cronometrado, todo mundo acaba dando um jeito de aproveitar nem que seja “só um pouquinho”.

Não vejo nada de errado nisso. Curtir bons momentos deveria ser um item de prioridade e não um artigo de luxo. Mas acabo por achar curioso como a gente encontra tempo de onde não tem para se permitir um pouco de diversão. 

Então, meu querido, aproveita esses dias e se joga no que for melhor pra você. Vá ao bloco ou escolha a Netflix. Sambe na ponta do pé na Sapucaí ou fique jogado no sofá assistindo os desfiles das escolas de samba. Durma, se esse for o seu desejo. Mas use cada um dos dias que estão por vir para fazer exatamente aquilo que você quer. 

Ah! Faça tudo isso com moderação. Ou não… Fica pela sua conta e risco.

Leia Também: 
Leandro Faria  
Silvestre Mendes, o nosso colunista de quinta-feira no Barba Feita, é carioca e formado em Gestão de Produção em Rádio e TV, além de ser, assumidamente, um ex-romântico. Ou, simplesmente, um novo consciente de que um lance é um lance e de que romance é romance.
FacebookTwitter


Nenhum comentário: