quinta-feira, 27 de abril de 2017

A Hora Certa de Acabar





Só essa semana consegui finalizar The Vampire Diaries. Sim, a série ainda existia, mesmo depois de tanto tempo que a febre dos vampiros passou!

A trama de Elena, Stefan e Damon foi muito boa, lá em seus três primeiros anos, mas caiu, assim como acaba acontecendo com toda série que trata do universo adolescente. Depois que acaba o colégio, como retratar faculdade e todo aquele micro universo que se torna muito maior...

Mas não quero analisar séries do "tipo" ou "gênero adolescente", quero comentar o fim! Até hoje assisti poucos series finale. The OC, por exemplo, está nessa curta lista (se você ainda não assistiu, corre pra Netflix! Primeira temporada é sensacional!). Lembro até hoje como foi assistir ao último episódio no quarto ano. Foi algo próximo do que tive com TVD. Senti que a série só estava ali fazendo hora extra e que seu verdadeiro fim já havia acontecido algum tempo antes. No caso de OC, final da terceira temporada (seria spoiler contar?). Já TVD, acho que também sofre dessa síndrome! Fim da terceira temporada. A ideia, no fim do último episódio do terceiro ano, foi ótima! Lembro como vibrei com a ideia do que poderíamos assistir... Mas a série se perdeu. Kevin Williamson, que escrevia e desenvolvia a trama ao lado de Julie Plec, decidiu sair e criar outra série de "suspense", The Following. Plec fez o mesmo, mas quis seguir o caminho dos Vampiros e fez The Originals. Enquanto isso, The Vampire Diaries caiu nas mãos de outra pessoa que não soube guiar a trama. Mas também, o que mais se faz depois que a mocinha da história vira uma vampira? Pois é, meio complicado.

Kevin e Plec retornaram ao trabalho nesse último ano de 16 episódios. Vibrei no retorno da série, admito isso, estava com uma cara de que teríamos os bons momentos de volta! Mas aos poucos fui percebendo que eram episódios demais pra uma trama de menos. Os dois, Julie e Kevin, sabiam como a épica história de amor entre uma humana e dois irmãos vampiros terminaria. Eles só não podiam simplesmente contá-la, eram 16 episódios e não só um filme de uma hora e meia... No fim valeu poder me despedir de cada um dos meus personagens favoritos. Gostei dos "rumos" de alguns, adorei a saída de outros e achei que o final em si, não foi tão justo como se merecia. Se você assistiu Lost até o fim, sabe como TVD terminou... Com pessoas se reencontrando e uma luz branca no final disso tudo!

Agora me resta seguir na última temporada de Bones...

Leandro Faria  
Silvestre Mendes, o nosso colunista de quinta-feira no Barba Feita, é carioca e formado em Gestão de Produção em Rádio e TV, além de ser, assumidamente, um ex-romântico. Ou, simplesmente, um novo consciente de que um lance é um lance e de que romance é romance.
FacebookTwitter


Nenhum comentário: