segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Cinco Filmes Para Assistir Com Seu Brother





Há três semanas, escrevi aqui no Barba Feita uma coluna que, vejam só, tornou-se o meu texto mais lido e compartilhado por aqui desde que começamos com o projeto. Eu falava de Brotheragem e Sigilão, com direito à pesquisa e tudo. Foi um texto que gostei de escrever e que me deixou feliz com a repercussão alcançada. 

Mas, apesar de ser um assunto sério e espinhoso, em conversa com um dos meus grandes amigos da vida e que por acaso trabalha comigo (e é hétero, vejam só), acabemos transformando a história em piada. Afinal, se não for pra rir a gente nem sai de casa, né? E assim, refletindo sobre o que eu falava no texto, chegamos a uma pequena lista de filmes que poderiam dar aquele empurrãozinho em uma relação de brotheragem e sigilão para jovens rapazes ou homens que querem um pouco mais de intimidade com seus parças, mas sem cair de boca (com ou sem duplo sentido, fica a seu critério) logo de cara. 

Essa seria uma lista para criar um clima, ter assunto e, aí sim, peguntar: mas, pô, bro, por que não nos inspiramos, heim? E então, pá, pum! Já foi!

Por isso, separe a pipoca (e a camisinha e o gel), chame aquele seu amigo mais próximo - ou o que te atende nas horas de maior necessidade (se é que me entende) e se jogue em uma sessão de filme de brotheragem. Sem constrangimentos. And relax take it easy! ;-)

O Segredo de Brokeback Mountain (Brockeback Mountain, 2005)

Eis um clássico. Dois cowboys, muito conflito e um clima sexual que permeia toda o filme. Com direito a uma cena daquelas, com o personagem de Heath Ledger lubrificando manualmente e com cuspe um eufórico Jake Gyllenhaal no alto da montanha que dá título ao filme. Só não deixe o final chocante e dramático baixar o clima com seu brother. Se é que vocês vão realmente conseguir chegar até o final do filme antes do vamos ver. Será?

O Golpista do Ano (I Love You Phillip Morris, 2009)

Porque rir é sempre o melhor remédio. E nessa comédia estrelada por Jim Carrey, Ewan McGregor e Rodrigo Santoro, conhecemos o policial Steven Russel que, depois de um acidente de carro, decide assumir a sua homossexualidade. Com direito a muita confusão, gargalhadas e, porque não, um sorrisinho ou outro para o seu brother enquanto o filme rola na televisão.

Weekend (2011)


Em apenas um final de semana, uma paixão avassaladora entre dois jovens explode. Com um deles sendo um artista de passagem pela cidade, esse encontro molda a vida dos dois protagonistas desse longa que, certamente, poderá inspirar e, quem sabe o que mais fazer por dois brothers que encarem essa sessão juntos, heim!

Queda Livre (Frier Fall, 2013)

Dois policiais, uma atração incontrolável e um pouco de drama (com direito a muito sexo). Nesse filme alemão, estrelado por um dos protagonistas de Sense8, Max Riemelt, a hipocrisia da brotheragem e sigilão dá a tônica da história, que é imperdível!

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014)

Ah, convenhamos, tem que ter um filme brasileiro fofo nessa lista, né? E Hoje Eu Quero Voltar Sozinho é o exemplar ideal para figurar aqui. Porque tem dois adolescentes fofos e queridos, uma história tocante, a descoberta da sexualidade,  além de tudo aquilo que faz desse um dos filmes nacionais mais queridos dos últimos anos. E o final poético e cheio de esperança pode fazer com que qualquer um se sinta animado e feliz. Faz até pensar: quem sabe essa brotheragem que nos toma seja mais que isso e você se sinta disposto a se permitir? Quem sabe, né, quem sabe...

Leia Também:
Leandro Faria  
Leandro Faria:, do Rio de Janeiro, 30 e poucos anos, viciado em cultura pop em geral. Gosta de um bom papo, fala pelos cotovelos e está sempre disposto a rever seus conceitos, se for apresentado a bons argumentos. Odeia segunda-feira, mas adora o fato de ser o colunista desse dia da semana aqui no Barba Feita.
FacebookTwitter


Nenhum comentário: