terça-feira, 14 de novembro de 2017

Os Crushes da TV





E aí, gente, como é que ceis tão?! Por aqui tá tudo numa boa, como sempre.

Pois bem, o texto de hoje vai falar sobre aquilo que praticamente todo mundo teve na infância/adolescência, ou continua tendo até hoje: crush em ator de televisão. Sim, não me olhe com essa cara porque eu sei que você já teve. Eu tive uma vizinha que a filha dela vivia dizendo que ia casar com Sandy e Junior. Isso mesmo, com a dupla. Isso é o que eu chamo de ambição...

Mas acontece que eu não vou falar APENAS dos meus crushes. Vou expôr aqui os de Rafael, porque do nada começamos a listar os atores das novelas que assistíamos e a lista bateu quase, mas quase certo. Vamos começar pelos crushes exclusivos dele e meu. Preparadxs? Então pega o rodo, o pano de chão e se prepara!

Começando com o dele, Rafael tinha (e eu acredito que ainda tenha) crush em Marco Antônio Gimenez. Eu não fazia IDEIA de quem era, até que ele me refrescou a memória: o cara fez Malhação.



Pois bem, gato, né? Agora já eu, prefiro na fase atual:


Tá bem, tá bem, eu me amarro em homem com cara de bobo, que parece cachorro que caiu do caminhão de mudança, sério, mas esse cara, com essa cara de mau, que parece que bate bate feito maionese na hora do vamos ver... Olha, ficou até difícil pra mim aqui, sério...

Agora os que eu tinha (ou talvez ainda tenha) crush, mas ele não:

Bruno Gagliasso, né, gente? Vamos e venhamos, que homem lindo! Eu tive crush nele quando ele fez o Inácio, em Celebridade:



Quando ele fez o Berilo em Passione:



E ele sendo ele mesmo:



Nossa Senhora, viu...

Outro crush que só eu tive/tenho é Marcos Pigossi, minha gente. Quando eu vi ele em Sangue Bom, eu disse pra mim mesmo: "Glauco... você precisa voltar a assistir novelas...". Afinal, minha gente, olha bem, foi um motivo muito justo:



E depois ele vai e me aparece de policial...


E de caminhoneiro... 



Olha, eu não respondo por mim. Que homem, viu, meus amigos e minhas amigas? Eu não queria muita coisa não, só dar uns beijos mesmo (assim como eu me sinto com a maioria dos home bonito que eu ando vendo por essa cidade). Só isso, não tenho grandes ambições não, meu negócio é mais pro beijo do que pros finalmentes.

Agora vamos aos crushes que Rafael e eu temos em comum, começando por ele, o homem, o suggar daddy, Marcos Pasquim:

Em Uga Uga:


Em O Quinto dos Infernos:


Com camisa:

Gente, é um homem charmoso, atraente, sexy, tem cara daqueles que te levam num encontro bacana e depois faz aquele sexo delicioso a noite inteira com pequenos intervalos pra beber água (afinal, se manter hidratado é tudo).

Teve também Murilo Benício, afinal de contas, Murilo Benício, né não?

Em Chocolate com Pimenta:


Em América:



Em O Clone:



Em A Favorita:



É ou não é um homem lindo, charmoso, bonito? Tenho que confessar que eu sentia mais atração por ele em América, por causa dessa coisa de homem rústico e tal. Acredito que nessa fase, se me fosse concedida a oportunidade, eu faria bem mais que dar uns beijos, sabe...

Outro que a lista bateu, mas bateu bem forte, foi Rodrigo Faro em Chocolate com Pimenta:


E só, gente, porque a última novela dele na Globo foi em 2006, e como eu não assisto Record (nem outro canal, já que em Florianópolis não tenho televisão), fica aí a nossa admiração por ele naquela época, com jeito de bobo, apaixonado, bonitinho, com esse sorrisinho lindo... Espera um pouco, deixa eu me recompor aqui...

Voltando. Mais um que, se para na nossa frente a gente pega e só para quando realmente não tiver nem lágrima pra sair, é Duda Nagle, minha gente...

Em América:


Em Caminho das Índias:


De sunga:


Não sei se devo dizer que as coisas aqui em casa ficaram um tanto quanto tensas, ofegantes e, porque não, endurecidas, enquanto observávamos as fotos desse homem lindo, gente. Eu amo homem com cara de bobo, já falei, e Duda Nagle tem a cara que eu adoraria dar uns beijos e, talvez... bem, deixa pra lá. Me dá uma água aí, gente...

O penúltimo crush, a cobertura desse bolo delicioso, é nada mais, nada menos que Malvino Salvador:

Em Cabocla:


Olha, eu caía cabocla sem nem pensar duas vezes...

Em A Favorita:


Aaaah, Damião...

E sem camisa, porque ninguém é de ferro:


É ou não é uma delícia? Me tira o fôlego toda vez que vejo, o que é uma pena, já que é só o fôlego que ele me tira...

Pra encerrar, afinal, não há coração que aguente, e eu já tô sem saliva aqui (não disse porquê), vamos com ele, a cereja do bolo, o crush dos crushes: Iran Malfitano! Aaaah, esse homem!!!


Em Malhação:


Em José do Egito:



No clipe de Dark Horse, da Katy Perry:



Ah, que delícia de homem, na boa, esse também me faz pensar se eu ia querer só uns beijos ou algo mais, viu? Sinceramente, deixa eu abrir a porta da sacada porque esquentou de repente...

É isso, minha gente, esses foram os crushes que a gente teve na infância e, porque não, depois disso também, afinal, ter crush não mata ninguém, né? Nos vemos na próxima terça!

Leia Também:
Leandro Faria  
Glauco Damasceno, do interior do RJ, aparece por aqui toda terça-feira, munido de sarcasmo, mau humor, ironia, café, vinho e cerveja, afinal, ninguém é de ferro. Gosta de passeios na praia e de assistir o pôr-do-sol, enquanto espera Olivia Pope aparecer e recrutá-lo para ser um Gladiador de Terno. Fala umas coisas bonitinhas de vez em quando, mas só de vez em quando!
FacebookTwitter


Nenhum comentário: