sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Mais Listas e um Desabafo Pré-Natalino





Dando continuidade à lista que iniciei semana passada, um outro espetáculo me fascinou: a sempre belíssima cantata Carmina Burana, no Theatro Municipal em junho.  Em um ano onde servidores do Estado do Rio ficaram sem receber seus salários (inclusive todo o corpo de bailarinos, coro e orquestra do teatro), ver uma montagem desta categoria foi emocionante.  Em um tom de protesto, a obra de Carl Orff, que mostrou um final metafórico de uma possível esperança (que acabou não chegando até o fim deste ano), levou o público às lágrimas, que aplaudiu de pé por ininterruptos 10 minutos após o espetáculo.

No cinema, três filmes mereceram destaque: o incrível Corra!, que trouxe a sensacional estreia do humorista Jordan Peele na direção do longa, que, com um roteiro surpreendente e totalmente envolvente, soube misturar terror psicológico, preconceito e racismo, levando o espectador à uma tensão crescente e completamente incômoda dentro da sala de projeção.  O segundo, que causou estranheza e tensão na mesma proporção, foi Mãe!, do diretor Darren Aronofsky (o mesmo de Cisne Negro).  Nesta nova obra-prima, Aronofsky juntou Jenniffer Lawrence, Javier Bardem, Ed Harris e Michele Pfeiffer em uma metáfora arrepiante sobre a Criação divina desde Adão e Eva passando pela Última Ceia e o nascimento de Jesus Cristo até o sinistro rumo que a humanidade está enfrentando na atualidade.  Não existe a possibilidade de sairmos do cinema da mesma forma que entramos diante de um filme tão chocante e altamente perturbador.  E, para finalizar a sessão pipoca do ano de 2017, um longa nacional mereceu muitos aplausos: Bingo: o Rei das Manhãs, que retrata a história do ator de pornochanchadas Arlindo Barreto que foi o palhaço Bozo, ídolo infantil dos anos 1980, brilhantemente interpretado por Vladimir Brichta, que com maestria soube encarnar todas as crises pessoais de identidade e os problemas com as drogas que envolviam a personagem.

Na literatura, Santiago Nazarian, com seu thriller pós-terror Neve Negra, e Fernanda Torres, com o romance A Glória e seu Cortejo de Horrores mereceram todos os destaques.  Eu já tinha falado aqui mesmo no Barba Feita sobre o livro do Santiago, que foi devidamente devorado em dois dias.  A ótima Fernandinha também me deixou extasiado com a deliciosa narrativa sobre o universo teatral e televisivo dos anos 1960 até os atuais, em um panorama cáustico e irônico de toda uma geração.

Pra finalizar, gostaria de desejar um Feliz Natal a todos os leitores do Barba Feita, com muita luz!  Ah, esperem aí... eu também não poderia deixar de finalizar essa edição natalina sem falar da coisa que eu mais abomino no mês de dezembro (Simone cantando Então é Natal nas Lojas Americanas não conta, pois já é hors concours) que são as famigeradas caixinhas de Natal.  O porteiro que nunca te dá bom dia e que passa a ter em cima da mesa de trabalho aquela caixa horrorosa embrulhada em um papel vermelho com um buraco; que é a mesma de da mulher mal-educada do caixa do supermercado, da padaria, do açougue e do horti-frutti.  Também tem aqueles “livros de ouro” do faxineiro e do vigia; além do envelopezinho do entregador d'O Globo que, “coincidentemente” se transforma em duas pessoas por causa da revista semanal que também vem junto com o jornal.  Ah, também tem o cara da Light, do Correios, da Oi, da NET, da CEG...  Enfim, “num gueeeeento” isso, gente!  Para, por favor!  Enfim, só foi um desabafo pré-natalino!

No mais, hohoho para todos e abusem dos panetones, rabanadas, castanhas, mas não esqueçam que o verdadeiro motivo desta festa é a renovação da fé!  Feliz Natal a todos vocês, amigos!

Leia Também:
    
Leandro Faria  
Marcos Araújo é formado em Cinema, especialista em Gestão Estratégica de Comunicação e Mestre em Ciências em Saúde. Nas horas vagas é vocalista da banda de rock Soft & Mirabels, um dos membros da Confraria dos Bibliófilos do Brasil, colunista do Papo de Samba e um dos criadores do grupo carnavalesco Me Beija Félix. E também o colunista das sextas-feiras aqui no Barba Feita.
FacebookTwitter


Nenhum comentário: