sábado, 30 de junho de 2018

A Copa é do Mundo





Estamos em tempos de Copa do Mundo. Nessa época, há uma tendência da população de recuperar certo patriotismo. Procuramos esquecer nossas diferenças ideológicas e políticas, para sermos todos brasileiros no mesmo barco. Afinal, quer queira, quer não, o futebol é uma das nossas paixões nacionais. 

Mas, não foi para falar de política que eu vim para a frente deste computador escrever esse texto. Mas para compartilhar de uma situação com a qual me deparei essa semana. Estava eu numa agência da concessionária de luz para resolver um problema de cobrança errada na conta. Não! Também não vim reclamar do serviço, tanto que nem mencionei o nome da concessionária (embora alguns já saibam ou deduzam qual seja). 

Ocorre que, enquanto esperava ser atendido, eu fiquei sentado num hall junto com algumas dezenas de clientes. Dentre eles havia um senhor de uns 60 anos, por aí... Daqueles senhores simpaticões, que gostam de puxar assunto com todos que se sentam ao seu lado. Pois bem, eu estava próximo a ele quando ouvi alguns de seus comentários. Como ele queria chamar a atenção dos que estavam à sua volta, fazia suas observações em alto e bom tom de voz. E o assunto era: a Copa do Mundo. Entre um comentário ou outro sobre as caídas do Neymar, os chutes do Coutinho (“melhor da seleção”, dizia ele), eis que ele me faz um comentário bem esdrúxulo sobre a homofobia na Rússia. 
“Não sei por que os gays querem ir para a Rússia. Só se for para apanhar mesmo, já que futebol não é a área deles.” 
E solta aquela risada no estilo “sou tão engraçado” (Só que não!)

Nessa hora, minha língua coçou para dar uma resposta direta. Foi quando chamaram a minha senha. Me levantei, mas antes de me encaminhar para o atendimento, não me contive. Me virei para o senhor piadista da Praça é Nossa e repliquei: 
"A Copa do Mundo é de todo mundo, como já diz o nome. E todos têm o direito de assistir aos jogos, seja na Rússia ou na TV de casa. Isso não tem nada a ver com sexualidade."
Que pensamento mais homofóbico achar que gays não podem gostar de futebol! Tenho alguns amigos gays que amam, assistem e comentam futebol. Um dos meus maridos sabe mais de futebol do que muito hétero, e isso não faz ele mais nem menos macho que ninguém. Aliás, ele é um craque de Copas do Mundo. Sabe de informações, curiosidades e jogadores que deixariam qualquer um boquiaberto. Ele sabe todas as finais de todas as edições da Copa do Mundo desde 1930. 

Por outro lado, também temos no próprio meio gay um certo preconceito com os gays que gostam de futebol. Ora, teremos que ser rotulados sempre? Gay não pode gostar de futebol. Só pode gostar de arte, música eletrônica, moda e modelos. 

Por isso que há jogadores de futebol gays que não podem assumir sua sexualidade. O mundo da bola é para os héteros, “homens”, “machos”. Mas logo o futebol, o esporte considerado o mais democrático de nosso país, parece ainda estar fechado para certos preconceitos. Será que alguns ainda ficariam chocados se eu dissesse que há torcidas de futebol gays? Será que alguém se surpreende se souber que hoje em dia há uma liga gay de times de futebol? 

Por favor, precisamos sair dessa gaiola que insistem em nos colocar. Não vamos cair nos mesmos erros da sociedade, dando mais voz ao opressor. Temos que seguir o caminho da liberdade.

Sexualidade não é opção sexual. Gostar de futebol sim, é uma opção que independe de sexualidade. Um evento esportivo como esse serve para unir povos, não para gerar discriminação de etnia, política, sexualidade, ou qualquer outra diferença que se tenha. Por isso que a Copa do Mundo é nossa. E assim deve ser: de todos!

Ah, se liga, o Barba Feita agora está no Instagram!
Segue a gente lá:
@BarbaFeitaBlog

Leia Também:
Leandro Faria  
Cristiano Queiroz: é ator, roteirista, cantor e dublador. Mas como se nada disso bastasse, ainda é professor de idiomas.
FacebookTwitter


A opinião dos colunistas não representa necessariamente a posição editorial do Barba Feita, sendo estes livres para se expressarem de acordo com suas ideologias e opiniões.

Um comentário:

Virginio disse...

Na próxima não deixe de mencionar a liga gay de futebol!

https://m.facebook.com/groups/1266318196818864?tsid=0.4901562816472109&source=result#!/groups/1266318196818864?tsid=0.4901562816472109&source=result


Abs