segunda-feira, 23 de julho de 2018

Testamos: Carteiras Chimp





Quando pensa em uma carteira, o que é mais importante para você? Tem quem valorize o design, outros o tamanho e o espaço interno, ou ainda o conforto. Eu, particularmente, sempre apreciei as carteiras mais discretas, que não ficassem marcando muito no bolso, mas que fossem práticas e que acomodassem meus cartões e documentos. Assim, foi um prazer descobrir as carteiras Chimp, que valorizam a simplicidade e a beleza, de forma prática para te acompanhar durante o seu dia a dia.

Na coluna Testamos, apresentamos a nossa opinião sobre produtos ou serviços, com honestidade e transparência. Nosso objetivo é compartilhar a nossa experiência, ajudando nossos leitores a optar ou não por realizar uma compra de produtos e serviços. E se você está procurando informações sobre uma carteira compacta e de qualidade, a coluna de hoje é feita sob medida para suas necessidades. Assim como as carteiras Chimp.

Com dois modelos atualmente em comercialização, a Chimp busca atender a um público que busca por praticidade, durabilidade e beleza com suas carteiras. Tanto a Sleeve quanto a Flat são carteiras minimalistas à primeira vista, mas que servem exatamente para atender o motivo de terem sido criadas. Recebi da marca os dois modelos e, depois de experimentar a ambos antes de escrever essa coluna, posso dizer que fui bastante surpreendido. Achei as carteiras bonitas e bem embaladas quando as recebi, mas pensei: será que cabe tudo que eu preciso dentro dessas carteiras? Pois a Chimp me ajudou a repensar o que era efetivamente necessário de ser carregado no meu cotidiano.

Finas, tanto o modelo Sleeve (o meu preferido) quanto o Flat mantém a espessura da carteira no mínimo, e possuem espaço para acesso rápido à frente e atrás. A aba para acessar os conteúdos é muito prática de ser utilizada, assim como o plástico especial para a Carteira Nacional de Habilitação que acompanha os modelos: como existem diferentes tipos de plásticos para acomodar CNHs, a Chimp desenvolveu um especial, que acomoda o documento e cabe perfeitamente no seu produto. Achei a ideia excelente, já que o plástico é resistente, o que evita que a CNH fique amassada ou deformada.

A diferença básica entre os modelos Sleeve e Flat é o tamanho de ambas. A Sleeve mede 10,3 cm x 7,1 cm, acomodando entre 2 e 8 cartões diversos, além da CNH e mais quatro cédulas. Já o modelo Flat mede 9,5 cm x 6,3 cm, e acomoda de 2 a 5 cartões, além da CNH e quatro cédulas. Ambos os modelos são feitos à mão com couro de alta qualidade e possuem garantia de 2 anos. E são lindas e, como eu já disse e preciso repetir, compactas.

Da primeira vez que usei o modelo Sleeve eu tomei alguns sustos. Acostumado com a minha antiga carteira da Calvin Klein, mais robusta, em alguns momentos eu me vi tateando o bolso da calça e pensando: putz, perdi a carteira! Mas não, ela estava lá, só que discreta e sem chamar a atenção. Para homens que, como eu, trabalham de roupa social então, a carteira é excelente, já que ela é praticamente invisível dentro do bolso, evitando aquele volume estranho, seja na bunda ou no bolso da frente.

Por que eu gostei mais do modelo Sleeve? Porque sou exagerado e nesse modelo couberam bem a minha CNH, as notas que sempre levo comigo e meus cartões de benefício refeição e alimentação, o meu Rio Card e o cartão do banco. Apesar de tudo isso também caber na Flat, gostei mais de como se acomodaram na Sleeve, que já é a minha carteira preferida da vida. Mas, é claro, se você for uma pessoa mais minimalista, talvez se apaixone pela Flat.

No fim das contas, o que vale é o seu estilo. Mas saiba que com as carteiras Chimp ele será ainda mais valorizado e duvido que, assim como eu, você não se apaixone. 

Chimp Carteiras. Testamos. E aprovamos!

Leandro Faria  
Leandro Faria:, do Rio de Janeiro, 30 e poucos anos, viciado em cultura pop em geral. Gosta de um bom papo, fala pelos cotovelos e está sempre disposto a rever seus conceitos, se for apresentado a bons argumentos. Odeia segunda-feira, mas adora o fato de ser o colunista desse dia da semana aqui no Barba Feita.
FacebookTwitter


A opinião dos colunistas não representa necessariamente a posição editorial do Barba Feita, sendo estes livres para se expressarem de acordo com suas ideologias e opiniões.

Nenhum comentário: