quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Killing Eve: Assista Agora ou Se Arrependa Depois





Fazia tempo que não tinha essa sensação de assistir uma série realmente boa. A última que mexeu dessa mesma maneira comigo foi Orphan Black, mas isso lá em 2013. Claro que assisti muita coisa desde de então, mas nada que se compare ao enredo de Killing Eve

Sandra Oh é uma atriz fantástica. Acredito que nisso todos podem concordar. Ela conseguiu construir uma personagem complexa como Cristina Yang de uma maneira ímpar. Por muito tempo tive medo que ela ficasse presa nessa personagem... pra sempre! Isso acaba acontecendo com alguns atores que ficam tempo demais em uma série que dura forever, como é o caso de Grey's Anatomy. E tive bastante receio que essa sina fosse se repetir com Oh. A indústria é cruel, temos que admitir, e acaba prendendo os atores em certas caixas, como se fossem ser determinado personagem para o resto da vida. 

Quando ouvi falar de Killing Eve, por exemplo, fiquei surpreso. Sempre quis ver Sandra como uma policial em alguma série procedural do tipo; talvez, por nessa ela ser membro do MI5, possa adormecer, um pouco, esse desejo. Mas você já pensou o fantástico que seria Sandra Oh como uma agente do serviço secreto inglês? Então, não precisa mais imaginar. É exatamente isso que acompanhamos ao longo dos 8 episódios da primeira temporada dessa série maravilhosa.

Mas sabem o que acho de mais fantástico em uma boas série? Elas revelam atores/atrizes incríveis e que nunca vimos na vida ou até mesmo que não prestamos tanta atenção. E aqui temos o nome de uma atriz que deve ser lembrado a partir de agora para qualquer série: Jodie Comer, a fria assassina de aluguel Villanelle. Ah! a Sandra Oh é Eve, a que "está sendo caçada" no título da série.. 

Resumindo. Por oito episódios bem escritos e dirigidos, você assiste uma agente do MI5 ter suspeitas que uma assassina anda atacando certas pessoas influentes. E o que aparenta ser completamente aleatório, não é. Esses assassinatos possuem um propósito muito grande para alguém... Só que Eve também passa a ter uma única grande preocupação, encontrar essa "nova" assassina misteriosa. E aí, meus queridos, a confusão está armada e a gente mega viciado e querendo assistir aos episódios um atrás do outro, bem esquema de maratona mesmo. 

A série está disponível no GloboPlay, serviço de streaming da Globo. Siiiim, o catálogo da plataforma apresenta séries internacionais das mais variadas, incluindo o reboot de Charmed e a novata A Million Little Things, sendo que essas duas são atualizadas uma vez por semana com o episódio que foi exibido na TV americana.

Se você estiver em dúvida do que fazer no final de semana, assista Killing Eve e garanto que não vai se arrepender.

Leia Também:
Leandro Faria  
Silvestre Mendes, o nosso colunista de quinta-feira no Barba Feita, é carioca e formado em Gestão de Produção em Rádio e TV, além de ser, assumidamente, um ex-romântico. Ou, simplesmente, um novo consciente de que um lance é um lance e de que romance é romance.
FacebookInstagram


A opinião dos colunistas não representa necessariamente a posição editorial do Barba Feita, sendo estes livres para se expressarem de acordo com suas ideologias e opiniões.

Nenhum comentário: