quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

E Como Vai a Listinha Para 2019?




Sou o rei de ficar listando para vocês o que farei/decidi que farei de "diferente" no próximo ano. Da minha última lista, nada saiu do Word. Mas como elaborar mudanças e escrever essas "listinhas" em folhas soltas de papel é quase uma tradição, nada melhor do que ir matutando o que entrará nessa lista. E não será feito em 2019...

Ler mais. Esse é o meu desejo. Esse ano pensei que fecharia minha conta com uns 30 livros lidos, mas meu máximo acabou sendo só dez. Dez livrinhos que tive o prazer de ter a companhia durante o meu dia e os meus perrengues diários. 

Mais filmes e menos séries. Sim, eu gostaria de ser mais cinéfilo do que seriemaníaco. Eu AMO séries. Acho que diferente dos filmes, que possuem duas horas e meia em média, as tramas "semanais" que são disponibilizadas todas de uma vez nas plataformas de streaming são mais viscerais e viciantes que a sétima arte. Não que não seja um apaixonado pela sétima arte, mas dificilmente você verá uma trama tão envolvente em um filme... Ponto positivo para as séries. 

Ouvir mais música. Sim, eu poderia conhecer mais das novidades musicais que tocam no rádio, mas essa não é a "minha vibe" no momento. Tenho uma playlist chamada SINGLES, onde só coloco singles lançados e por ordem desse lançamento. Essa playlist é uma loucura, mas que amo muito. Foi assim que descobri certos vícios musicais e cantores que moram no meu coração. 

Sair mais de casa. Sim, sou caseiro até dizer chega. Amo ficar em casa e troco, geralmente, qualquer saída pelo silêncio do meu lar. Às vezes troco uma saída pelo sono da tarde/noite. E não existe decisão melhor. Mas se eu quero ser roteirista e poder escrever com propriedade sobre o mundo... É hora de sair de casa, sem os fones de ouvido (morte certa) e ouvir o que dizem ao meu redor. Nunca sabemos quando um personagem bem interessante cruza nosso caminho e compartilha momentos importantes de sua vida. Como bem me falou uma amiga uma vez. "Não tem como fazer o mundo parar de girar. A vida é uma só..."

E na sua lista, qual item é indispensável para o novo ano? 
Leandro Faria  
Silvestre Mendes, o nosso colunista de quinta-feira no Barba Feita, é carioca e formado em Gestão de Produção em Rádio e TV, além de ser, assumidamente, um ex-romântico. Ou, simplesmente, um novo consciente de que um lance é um lance e de que romance é romance.
FacebookInstagram


A opinião dos colunistas não representa necessariamente a posição editorial do Barba Feita, sendo estes livres para se expressarem de acordo com suas ideologias e opiniões.

Nenhum comentário: