quarta-feira, 12 de junho de 2019

Sobre Fazer Aniversário





Fazer aniversário é algo que divide opiniões... Muitos amam a data e adoram uma comemoração, outros odeiam e preferem ficar reclusos. Eu sempre fui do primeiro time e chegava a fazer contagem regressiva para o dia. E sempre achei que todos deveriam comemorar, ainda que de forma simples.

Curiosamente, esse ano eu não estava nem um pouco animado. Uma série de fatos ruins na minha vida nas últimas semanas tornou tudo meio sem cor, me deixou bem desanimado... E eu simplesmente não queria que meu aniversário chegasse. Se realmente existe inferno astral, esse ano o Cosmos conspirou bem forte contra mim!

Mas aí a mágica aconteceu: o dia chegou ontem. E eu fui tão inundado de coisas boas que me mostrou o real sentido de fazer aniversário. Receber tantas energias positivas travestidas de beijos, abraços, mensagens, ligações, carinhos... Foram tantas pessoas, algumas para quem eu sequer tinha noção de que era importante...

Uma vez li que essa história de inferno astral nada mais era do que o período do ano em que tudo o que de melhor que a gente recebe no aniversário anterior já está se esvaindo... É como se as boas energias perdessem o fôlego e a gente renovasse tudo de novo na nossa data querida. Ontem senti isso na pele, real. Na pele e no coração.

Que essas energias reverberem por muito tempo ainda! Afinal, tem um ano cheinho aí pra eu dar uma volta em torno do Sol. E não tô muito a fim de outro inferno astral como esse...

Leia Também:
Leandro Faria  
Paulo Henrique Brazão, nosso colunista oficial das quartas-feiras, é niteroiense, jornalista e autor dos livros Desilusões, Devaneios e Outras Sentimentalidades e Perversão. Recém chegado à casa dos 30 anos, não abre mão de uma boa conversa e da companhia dos bons amigos.
FacebookInstagram


A opinião dos colunistas não representa necessariamente a posição editorial do Barba Feita, sendo estes livres para se expressarem de acordo com suas ideologias e opiniões.

Nenhum comentário: