segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Divã: Experimentar ou Não Com Minha Amiga Bissexual?








Querido amigo lindo, preciso muito de ajuda! Adoro ler seus comentários bem humorados e sábios, então resolvi te procurar, pois sei que talvez você possa me ajudar.

Há muito tempo tenho uma curiosidade enorme, quero saber como seria uma experiência lésbica… entende? Nunca tive coragem de tentar e também não surgiram oportunidades, porém, há um mês descobri que uma amiga minha (que é muito gatinha, diga-se de passagem) é bi. E foi então que pensei:  'chegou a hora!' Massssssss… Tenho namorado… e não quero perdê-lo.

Então, quis ser sincera e comentei com ele que tinha essa curiosidade, mas que queria experimentar sozinha (no caso de ele querer participar da festinha). Ele foi enfático ao me responder que não importa o sexo da outra pessoa, ele considera isso como traição e não perdoaria.

O que eu faço? Tá difícil segurar. Sinto tesão pensando em como seria, entende? Esses pensamentos não me deixam em paz. Então:

(   ) Faço escondido?
(   ) Termino e choro de saudade mas um belo dia eu me apaixono novamente?
(   ) Fico na minha?
(   ) Nenhuma das anteriores?


Minha ‘amiga’ está só esperando minha resposta.

Beijos,
Curiosa Indecisa

Sério, sabe o que acho mais digno nessa minha vida de conselheiro amoroso virtual? É a oportunidade de conhecer tantas histórias que, ao mesmo tempo que são diferentes, são tão… iguais. Apesar de indivíduos, temos dúvidas que tantas outras pessoas também tem à nossa volta e, por nos acharmos ilhas, únicos, às vezes não nos damos conta de quão iguais somos. Até filosofei agora. 

Por isso, tenho de começar meu papo com a nossa querida Curiosa Indecisa dizendo que de indecisa você não tem nada. Vamos aos fatos? Sua preocupação, ao que me parece, não é trair o namorado, mas constatar que você curte a fruta que ele come até o caroço.

Pois bem, sou da teoria que honestidade conta muito. Você já contou para o seu namorado sobre essa sua, digamos, curiosidade (e aqui abro esse parênteses para dizer que NUNCA conheci um homem hetero que não tivesse mil fantasias com duas mulheres transando, but…), mas sinto que é mais do que isso. Você, Curiosa, sente tesão por essa sua amiga e sabe que se chegar às vias de fato pode mudar as coisas entre você e seu namorado. Agora cabe a você escolher entre as seguintes opções:

(   ) Satisfazer sua curiosidade sexual
(   ) Descobrir que é Bi e encarar isso como uma abertura de mercado (homem não tá fácil pras amigas)
(   ) Perceber que você, assim como Ana Carolina canta, “gosta é de mulher

Sobre a traição, também são dois pontos importantes. Quem você vai deixar de trair? Você mesma ou seu namorado? Você tem esses desejos, faz parte de você. E seu namorado, bem, seu namorado é contra. E eu, sem querer converter ninguém, posso apenas te dizer uma coisa: nunca se sabe o quanto alguma coisa é realmente boa até prová-la.

O que penso, realmente, é que cada um deve fazer aquilo que tem vontade, sem que pra isso tenhamos que ferir outras pessoas. A maior das verdades é que eu, no seu lugar, não teria contado nada para o seu namorado. Deixaria as coisas rolarem, seguiria a maré. Homem é preconceituoso e machista. Até se ele tiver curiosidade para saber desses seus desejos, você é A namorada e, para a maioria dos homens, namorada, mulher, não é pra esse tipo de pensamento. Para isso existem as outras.

Assim, a minha dica final é para que você seja feliz, faça aquilo que tem vontade. Conheço uma porção de pessoas que já experimentaram do mesmo sexo, curtiram, mas viram que essa não era sua vibe. Mas tem gente, e aqui não vou apontar ninguém pra não ter 4 dedos apontados para mim, que viram que nasceram é pra isso mesmo e se esbaldam na brincadeira.

E você, Curiosa Indecisa, do que realmente gosta? Espero sinceramente que descubra. E conte para mim, que já estou ansioso para saber a sua decisão.

Leia Também:
Leandro Faria  
Leandro Faria:, do Rio de Janeiro, 30 e poucos anos, viciado em cultura pop em geral. Gosta de um bom papo, fala pelos cotovelos e está sempre disposto a rever seus conceitos, se for apresentado a bons argumentos. Odeia segunda-feira, mas adora o fato de ser o colunista desse dia da semana aqui no Barba Feita.
FacebookTwitter


A opinião dos colunistas não representa necessariamente a posição editorial do Barba Feita, sendo estes livres para se expressarem de acordo com suas ideologias e opiniões.

Nenhum comentário: