terça-feira, 28 de janeiro de 2020

1917 e A Lição de Não Desistir





Fim de mais um domingo, onde o cansaço me consumia por não ter aproveitado o fim de semana para descansar, acordando cedo mais uma vez. E, mesmo diante da quase desistência dos meus olhos em se manterem abertos, fui ao cinema para assistir ao filme 1917, indicado a 9 estatuetas do Oscar 2020, além de outros prêmios bem importantes da indústria cinematográfica mundial.

Quero ressaltar que, antes de mais nada, este não é um spoiler do filme que assisti neste fim de semana. Trata-se apenas de um paralelo que traço de tudo que vi nas telas com nossa realidade diária.

Eu gosto de pensar que tudo na vida foi feito para dar certo (sou um otimista nato!), até mesmo aquilo que não saiu como eu gostaria. Ter esta premissa em minha vida me ajuda a superar os obstáculos, entendendo que cada desafio que surge é para me ensinar algo, para contribuir para o meu amadurecimento e para me mostrar novas possibilidades e novos caminhos a serem seguidos, que são, exatamente, aqueles que me levarão às conquistas de meus sonhos e objetivos. 

O filme nos dá essa mensagem o tempo todo. Se você for assistir de coração aberto, tenho certeza que você vai, como eu, se flagrar viajando na sua própria caminhada e se questionando o tempo todo sobre quantas coisas você deixou pelo caminho e como poderia estar sua vida hoje se não tivesse deixado algumas coisas pelo meio do caminho. E, nessa jornada, com certeza você vai encontrar pessoas falando o tempo todo que você deve desistir, pois todo o sacrifício que você está fazendo, no final das contas, não vai valer a pena, já que realmente não vai conseguir atingir suas metas e objetivos quando são muito difíceis de serem alcançados. 

Primeiro ponto: é importante que você saiba que estas pessoas são exatamente aquelas que morrem de vontade de ousar, porém não têm coragem, justamente por medo. Sendo assim, como são frustradas, o que eles fazem e querem é que todos que estão ao seu redor também sejam. 

Segundo ponto: sabendo que deve ouvir e ignorar tudo o que este tipo de pessoa lhe disser, o que vale verdadeiramente a pena ouvir são as pessoas que torcem por você, que você ama e que estarão ao seu lado independentemente dos resultados que você obtenha nesta caminhada. Saiba que o sorriso dessas pessoas, ao ver a sua realização, seja ela profissional ou pessoal, vai valer muito a pena quando você olhar para trás e analisar tudo o que percorreu. Isso vai ser motivo o bastante para te motivar a continuar sempre. 

Sendo assim, quando você pensar em desistir, lembre-se sempre de focar no positivo, de lançar um olhar mais otimista sobre os acontecimentos, pois assim você terá ainda mais forças para continuar batalhando pela sua vitória, e alimentar constantemente sua motivação para transformar as adversidades do percurso e vencê-las.

Boa semana!

 Leia Também:
Leandro Faria  
Julio Britto: carioca, advogado, amante de telenovelas, samba e axé music. Ator nas horas vagas, fã de Nelson Rodrigues e tudo relacionado a cultura trash. É leonino de 29 de julho de 1980, por acaso, uma terça-feira, mesmo dia da semana colabora aqui no Barba Feita.
FacebookTwitter



A opinião dos colunistas não representa necessariamente a posição editorial do Barba Feita, sendo estes livres para se expressarem de acordo com suas ideologias e opiniões.

Nenhum comentário: