Quem Somos

O Barba Feita


Seis homens, seis pessoas, seis criaturas. Todos diferentes entre si, com experiências de vida diversas e formações das mais amplas. E cada um escrevendo sobre o universo masculino sob uma ótica toda peculiar . É essa a proposta do Barba Feita, um blog que reúne um time de colunistas, cada um responsável por um dia da semana, a fim de discutir diariamente (ou apenas polemizar, ou jogar palavras ao acaso) os mais diversos e díspares assuntos.

Sem a mínima obrigação de coerência e com a liberdade de expressão garantida (aqui cada um escreve exatamente o que pensa), os meninos do Barba Feita esperam ansiosos a sua visita e, quem sabe, a sua fidelidade como leitor. Afinal, tem coisa melhor para quem escreve do que ser lido?



Os Colunistas
Leandro Faria: Administrador, empregado público, consumidor de cultura pop e razoavelmente bem humorado, é falante e extrovertido. Tem opinião, mas sabe ouvir, mesmo que, muitas vezes, tenha uma vontade imensa de matar o interlocutor que não tem noção das coisas que diz. Gosta de praia, mar, céu e sol e vive para viajar e conhecer o mundo e suas mais diferentes culturas. Durante muitos anos se considerou um pós-adolescente, mas acabou descobrindo que a maturidade pode ser bem-vinda e interessante. Agora, de cara limpa e sem pseudônimos ou alter-egos, vai dar a cara à tapa e escrever suas opiniões sobre o que bem entender, sem medo de ser feliz ou de ferir aos mais sensíveis.

lecofc@gmail.com
  

Terça-Feira
Julio Britto: Julio Britto é advogado, especializado em Direito e Processo do Trabalho e em Gestão e Auditoria de Saúde e funcionário público. Poderia ser considerado um chato por isso, se não fosse também ator e modelo fotográfico nas horas vagas. É quase uma Wikipédia das telenovelas e chega a assistir o mesmo capítulo duas vezes no mesmo dia. Ama cultura trash por isso é fã da Gretchen, sabe tudo sobre Rita Cadillac e Carla Perez e todos aqueles atores e atrizes pornôs do universo. Dança todas aquelas coreografias do É o Tchan e acha Kafka um chato. Outra paixão é o carnaval carioca.  Desfila nas escolas e blocos mais surreais do mundo, mas também bate ponto nas gigantes como Unidos da Tijuca, União da Ilha e Mocidade Independente de Padre Miguel (da qual é torcedor fanático). Ouve pouco rock, mas é fã do Echo and the Bunnymen (pode isso?). Com ele não tem tempo ruim.  Tá a fim de fazer uma aventura radical?  Quer pular de asa delta, nadar com tubarões, entrar em jaulas com leões ou ficar de cabeça pra baixo em uma alegoria do Paulo Barros?  Ele é o cara. Talvez por isso, tenha tanta história pra contar...

julio80_cesar@yahoo.com.br
 

Quarta-Feira
Paulo Henrique Brazão: Jornalista, escritor e corredor nas horas vagas, tem 30 anos. Egresso de Niterói, desde 2009 mora no Rio de Janeiro, mais precisamente na província da Tijuca. É autor do livro de contos Desilusões, Devaneios e Outras Sentimentalidades, lançado em 2012; co-autor da coletânea Contos de Todos Nós, de 2009; e se prepara para lançar seu segundo livro solo, Perversões. Fã de Almodóvar e Tarantino, Nelson Rodrigues e Lygia Fagundes Telles, não esconde que teve sua fase de Cavaleiros do Zodíaco na infância (por conta disso descobriu que é Geminiano com ascendente em Peixes e lua em Sagitário e passou a gostar de Mitologia Grega), já cantou É o Tchan! um dia e ainda acha que Friends foi a melhor série de TV de todos os tempos.

phbrazao@yahoo.com.br
  

Quinta-Feira
Silvestre Mendes: Carioca, 29 anos e já vivendo a crise (ou esclarecimento) dos 30! Formando em Gestão de Produção em Rádio e TV e ainda com uma faculdade de jornalismo, trancada! É consumidor compulsivo, ou seja, compra mais livros que consegue ler. Cinéfilo e viciado em séries. No momento curte uma fossa pelo fim de Breaking Bad. Pode-se dizer também que é um ex- romantico! Ou um novo consciente de que um lance é um lance e romance é romance.

silvestre.ciriaco@gmail.com
   


Sexta-Feira
Marcos Araújo: Jornalista, cineasta, especialista em gestão estratégica de comunicação e mestre em ciências da informação. Ama receber os amigos em casa e preparar uns quitutes, que nem ele mesmo sabe se a receita vai funcionar, em reuniões costumam varar madrugada adentro. É um aficionado por filmes de terror, cultura pop, indie bands, dicas de viagens, livrarias e tem a incrível habilidade de chorar com eliminação dos participantes em realities como MasterChef e Big Brother.

Editou por mais de dez anos o fanzine Fanz, ajudando a divulgar inúmeros talentos da cena alternativa na música, cinema, teatro, literatura e HQ´s. Nas horas vagas (que a cada dia são menores) se divide entre os ensaios e shows de sua banda Soft and Mirabels e finaliza seu primeiro livro de crônicas, contos, memórias, desabafos e desaforos, chamado Troco a bituca por duas jujubas, inspirado por um encontro inesperado com um de seus maiores ídolos musicais, em meados da segunda metade dos anos 1990.

marcos.fanz@gmail.com
Facebook Instagram
___

Já Passaram Por Aqui Como Colunistas:

Nenhum comentário: